sexta-feira, 30 de abril de 2010

PT entra na Justiça contra site de Serra

Deu no Estadão:
PT entrará com representação no TSE contra o PSDB por ‘guerra suja’ na internet
O PT entrará nesta sexta-feira, 30, com representação no Tribunal Superior Eleitoral exigindo que o PSDB retire do ar o site “Gente que Mente” – criado e administrado pelos tucanos para alimentar as baixarias e o jogo sujo na internet, caracterizando propaganda eleitoral negativa e antecipada contra a pré-candidata do PT Dilma Rousseff. O PT também pedirá aplicação de multa ao PSDB.
A ação é contra o tesoureiro tucano, Eduardo Graeff. O PT atribui a ele a convocação de um exército de internautas para colocar na rede informações contra a pré-candidata do PT. Nos bastidores da cena política, circulam informações de ele é o mentor de uma estrutura de guerra para bombardear a ex-ministra.
O Secretário-Geral do PT, José Eduardo Cardozo, e o vice-presidente Ruy Falcão, falarão sobre o caso logo mais, às 14h30. O secretário nacional de Comunicação do PT, deputado federal André Vargas (PT-PR) afirmou no twitter que todos devem ficar atento para ímpedir que “assassinato de reputações pela internet ” ocorram durante o processo eleitoral.
Clique aqui para ler a matéria de André Mascarenhas no site do Estadão
______________

Lula massacra FHC no horário nobre



Presidente Lula convocou rede nacional de televisão e fez um balanço do governo.
Ressaltou como o Brasil melhorou no governo dele em relação a FHC.
Principalmente, o crescimento econômico aliado à inclusão social.
Lula enfatizou o crescimento da classe média e a redução da pobreza.
Ali não teve uma preposição inocente.
Até as vírgulas apontavam para o peito do Serra.
Paulo Henrique Amorim

Em tempo: Logo em seguida, o jornal nacional subtraiu das manchetes a notícia desprezível de que a revista Time, uma das mais famosas do mundo, colocou Lula no primeiro lugar da lista dos líderes mais influentes do mundo. Os filhos do Roberto Marinho não se permitiriam admitir que foram apunhalados pelas costas.
Em tempo 2: No horário eleitoral gratuito, dentro do jornal nacional, o PP ressaltou o trabalho do Ministério das Cidades, que opera o programa Minha Casa Minha Vida, da Caixa Econômica. Até o PP pendurou o FHC no pescoço do Serra.

Paulo Henrique Amorim
____________________

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Lula é eleito o líder mais influente do mundo pela “Time”. Bye bye Serra 2010

O texto da Time, que coloca Lula no topo de uma lista de líderes mais influentes do mundo, foi assinado pelo cineasta Michael Moore.

Leia aquí a tradução de Azenha  

Luiz Inácio Lula da Silva
By Michael Moore Thursday, Apr. 29, 2010
da revista Time

Quando os brasileiros primeiro elegeram Luiz Inácio Lula da Silva presidente, em 2002, os barões do país [robber barons] checaram o tanque de combustível de seus jatos privados. Eles haviam tornado o Brasil um dos países mais desiguais da terra e então parecia ter chegado a hora da “vingança”. Lula, 64, era um filho genuíno da classe trabalhadora da América Latina — na verdade, um membro fundador do Partido dos Trabalhadores — que tinha sido preso por liderar uma greve.
Quando Lula finalmente conquistou a presidência, depois de três tentativas fracassadas, ele era uma figura familiar na vida nacional. Mas o que levou à política? Foi seu conhecimento pessoal do quanto é duro para muitos brasileiros trabalhar para sobreviver? Ser forçado a deixar a escola na quinta série para ajudar a família? Trabalhar como engraxate? Ter perdido um dedo em um acidente de trabalho?
Não, foi quando aos 25 anos de idade ele viu a esposa Maria morrer durante o oitavo mês de gravidez, junto com o filho, por não poderem pagar um tratamento médico decente.
Há uma lição aqui para os bilionários do mundo: deixem as pessoas terem bom atendimento médico e elas vão causar muito menos problemas para vocês.
E aqui há uma lição para o resto de nós: a grande ironia da presidência de Lula — ele foi eleito para um segundo mandato em 2006 e vai servir até o fim do ano — é de que quando ele tenta colocar o Brasil no Primeiro Mundo com programas sociais como o Fome Zero, desenhado para acabar com a fome, e com planos para melhorar a educação disponível para os trabalhadores do Brasil, faz os Estados Unidos parecerem cada vez mais um país do velho Terceiro Mundo.
O que Lula quer para o Brasil é o que um dia chamamos de Sonho Americano. Nós, nos Estados Unidos, onde o 1%  no topo da escala tem mais riqueza financeira que os 95% da base combinados, estamos vivendo em uma sociedade que está ficando rapidamente cada vez mais parecida com a do Brasil.
A lista da Time está aqui.
____________

SANTARÉM, DEPOIS DA MAGALHÂES BARATA, BORGES LEAL E TURIANO COMEÇAM A SER PREPARADAS PARA RECAPEAMENTO

Duas principais vias de Santarém começaram a receber hoje (29), trabalhos que antecedem ao recapeamento asfáltico: a avenida Borges Leal e a travessa Turiano Meira. Nas duas ruas, homens da empresa Santarém Engenharia (SANENG), contratada pela prefeitura municipal para executar as obras, iniciaram os serviços preliminares de limpeza.
Nas obras de recapeamento da Borges Leal e Turiano Meira, estão sendo investidos recursos do governo federal, através do ministério das Cidades, com contrapartida da prefeitura, por meio da secretaria municipal de Infraestrutura (SEMINF). “Apresentamos um projeto no valor de R$ 10 milhões para recapear trechos críticos de pelo menos sete ruas de Santarém, entre elas, Muiraquitã, Barão do Rio Branco e Mendonça Furtado. Do total do recurso, já conseguimos liberar R$ 2 milhões e assegurar o início dessas obras pela Borges Leal e Turiano Meira”, informou a prefeita Maria do Carmo.
Segundo a gestora de Santarém, a primeira etapa das obras corresponderá aos seguintes trechos: Borges Leal (da Santarém-Cuiabá à avenida Magalhães Barata); e Turiano Meira (da Muiraquitã às proximidades da avenida Tropical).
De acordo com a divisão de Engenharia da SEMINF, a previsão é que até o final desta semana, sejam concluídos os trabalhos de limpeza e iniciados os de recuperação de erosões no solo, através do tapa-buraco, nos mesmos moldes do que foi executado na avenida Magalhães Barata.
Magalhães Barata - A programação da empresa responsável SANENG, também responsável pelas obras de recapeamento da Magalhães Barata, é que amanhã, 30 de abril, inicie o novo asfaltamento de mais um perímetro da via, no trecho entre as avenidas Plácido de Castro e Irurá.
________________

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Marília Gabriela processa Aleluia

Do Bahia Notícias
Apresentadora processa Aleluia por falso texto
Rafael Albuquerque

Marília Gabriela acusa deputado baiano de atribuir texto contra Dilma a ela
A jornalista e apresentadora Marília Gabriela decidiu procurar assistência jurídica, nesta terça-feira (27), para processar o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), devido a um texto publicado no site do parlamentar, falsamente atribuído a ela, contra a pré-candidata à presidência, Dilma Rousseff (PT). “Não tem nada a ver comigo”, disse a apresentadora, ao Terra Magazine. Em um tom agressivo, o texto “Quem tem medo da ‘doutora’ Dilma?” ataca a ex-ministra da Casa Civil com paralelos zoológicos:”Vou confessar: Morro de medo de Dilma Rousseff. Esse governo que tem muitos acertos, mas a roubalheira do governo do PT e o cinismo descarado de Lula em dizer que não sabia de nada nos mete medo. Não tenho muitos medos na vida, além dos clássicos: de barata, rato, cobra”.
Às 14h54, ao ser informada sobre o desmentido, a assessoria do deputado Aleluia se dispôs a retirar o texto do site. O “Blog do horaciocb” é indicado como a fonte. O advogado de Marília encaminhou uma notificação ao parlamentar. “A internet é terra de ninguém. O problema é você ser vítima dessa terra de ninguém, não ter como controlar.
É uma sacanagem”, revolta-se a apresentadora.
____________

Aleluia embarcou na demonização de Dilma e se deu mal

Segundo post atualizado de  Claudio Leal, no Terra Magazine, o texto “Quem tem medo da doutora Dilma?”, atribuído à apresentadora Marília Gabriela, é da jornalista Danuza Leão, colunista da Folha de S. Paulo, mas foi adulterado para incluir uma opinião favorável à pré-candidatura de José Serra (PSDB): “Outra boa opção é o atual governador José Serra que já mostrou seriedade e competência. Só não pode PT, Dilma e alguém da ‘turma do Lula’”
O artigo de Danuza Leão com críticas à ex-ministra ministra Dilma Rousseff foi publicado em 16 de agosto de 2009. A íntegra dele está no final deste post.


A jornalista e apresentadora Marília Gabriela está indignada com a divulgação de um texto – falsamente atribuído a ela – contra a pré-candidata à presidência, Dilma Rousseff (PT). “Não tem nada a ver comigo”, diz a Terra Magazine, por telefone. Marília decidiu procurar assistência jurídica, nesta terça-feira, depois de ver o pseudo-libelo antipetista ser reproduzido pelo site do deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), que apoia a candidatura de José Serra (PSDB). “O próximo passo é procurar meus advogados”.
Claudio Leal, no Terra Magazine
_________________________

Depoimentos inocentam Protógenes numa das 15 ações que a PF move contra ele

A Polícia Federal de Luiz Fernando Corrêa move 15 ações contra o ínclito delegado Protógenes Queiroz.
Ontem, o juiz Ali Mazloum presidiu em São Paulo uma audiência de uma das 15 ações contra Protógenes.
Depuseram Paulo Lacerda, que foi o diretor geral que incumbiu Protógenes de apurar as atividades criminosas de Daniel Dantas (ele foi condenado a dez anos de cadeia).
Daniel Lorenz, que era diretor de Inteligência.
O delegado Vitor Hugo, que Daniel “subornou”, porque imaginava – Dantas também erra … – que ele substituiria Protógenes.
E o jornalista Cesar Tralli da Rede Globo.
O objetivo da ação serve como uma luva aos interesses de Daniel Dantas: desconstruir a Operação Satiagraha.
Mera coincidência.
Todos os depoimentos ratificaram os procedimentos da Satiagraha, presidida pelo ínclito Delegado Protógenes Queiroz.
Como sabe, com a ajuda dos corajosos Juiz de Sanctis e do Procurador De Grandis, Protógenes encarcerou Dantas duas vezes.
E ele mereceu, em 48 horas, dois HCs cangurus, concedidos por Gilmar Dantas (*).
Clique aqui para ler “Peluso: onipotência, teu outro nome é Gilmar”.
Os depoimentos inocentaram Protógenes de qualquer vazamento.
Ou de um suposto de crime de fraude documental.
Ao contrário, elogiaram Protógenes como um servidor honrado, de relevantes serviços prestados.
Ressaltaram que a PF jamais o tinha punido e movido processo administrativo contra ele, até a entrada de Dantas em cena.
A própria procuradora mostrou-se surpresa com os depoimentos e a incongruência dos argumentos que constam da ação.
Por que essa ação ?
O juiz Mazloum portou-se como um magistrado e, muitas vezes, surpreendeu-se também com as declarações dos colegas de Protógenes.
Parecia não entender por que a PF quer processá-lo.
Cesar Tralli, como bom jornalista que é, recusou-se a dizer quem são suas fontes na Polícia Federal.
Clique aqui para ler “Governo Lula não quer saber de fonte de jornalista”.
No próximo dia 3 de maio, deverá prestar depoimento o diretor geral da PF, Luiz Fernando Corrêa, que move os 15 processos contra Protógenes.
Ele também está encarregado de achar o áudio do grampo e, até agora, nada.
Clique aqui para ouvir a entrevista de Paulo Henrique Amorim com Protógenes Queiroz.

Paulo Henrique Amorim
_____________

OS TUCANALHAS

Do Tijolaço  de
Brizola Neto

Graeff não só comanda os brucutus. É o brucutu



O ISD, que vive de doações privadas e contribuições de sócios, é, segundo seu estatuto, “uma sociedade civil sem fins lucrativos, destinada a promover o debate e a divulgação de idéias e teses da social democracia, buscando aprimorar o pensamento e as propostas de ação relativos aos relevantes problemas nacionais.”. Goza, por isso, de isenções fiscais.

O responsável pelo registro é o senhor Eduardo Graeff, secretário-geral da Presidência do Governo FHC, tesoureiro nacional do PSDB e homem forte, junto com o ex-ministro (e secretário de Serra) Paulo Renato de Souza.
A sede do ISD é em São Paulo, mas o registro está feito com um endereço residencial em Brasília, que esfumacei na imagem, mas está no original. Fiz o mesmo com o email pessoal do senhor Graeff, porque não faço jogo sujo, ao contrário dele, que não pode se escusar da responsabilidade por isso.
Vou hoje à tribuna da Câmara, desafiar o discurso de bom-moço de José Serra. Toda esta sujeira é feita por seus homens de confiança.
Posso e vou reagir em defesa da campanha de Dilma Rousseff, porque devo lutar contra os métodos sujos da direita – porque ações sórdidas assim não merecem jamais o nome de social-democratas – que quer devolver o Brasil à condição servil.
Mas não posso reagir em nome do PT, embora, sinceramente, não tenha muitas esperanças que este o faça.

Clique aqui para ir à matéria

_____________

terça-feira, 27 de abril de 2010

CHARGE

Assessor de Serra trabalha para Kátia, contra a reforma agrária

Marcelo, deslocado para escrever o programa do Serra.

do Blog da Reforma Agrária:


Comitê do Serra deixou em branco site da campanha que quer tirar o Brasil do vermelho

A campanha na internet da ONG “Vamos Tirar o Brasil do Vermelho”, em parceria com a Confederação Nacional da Agricultura (CNA), continua em branco. Prometeram que colocariam a página www.vamostirarobrasildovermelho.com na web “a partir de segunda-feira, 26/4”, mas até agora nada.

Veja na imagem acima que a página da ONG ( de onde surgiu essa ONG?) está sendo produzida na Praia do Flamengo, no Rio de Janeiro, pela agência de publicidade de Marcelo Garcia. Garcia é um quadro do DEM (clique aqui e leia a biografia dele). “Estou deslocado pelos DEMOCRATAS para trabalhar no Programa de Governo do candidato José Serra à Presidente da República”, diz na sua apresentação.
Leia o texto completo no Blog da Rerforma Agrária
___________

segunda-feira, 26 de abril de 2010

A entrevista de Ciro na TV

Otima a entrevista que o Ciro Gomes deu ao Kennedy Alencar.

Foi só elogios a Dilma (exceto inexperiência eleitoral) e meteu a lenha no Serra. Sentou a pua no PMDB e no Temer.

* Hoje quem manda no PMDB não tem escrúpulo, nem ética. Michel Temer é o chefe dessa turma.

* Não abandono a candidatura presidencial. Mas respeitarei a vontade do meu partido. Lamentarei se não for. Ficarei triste. (Precisarei de alguns dias para lamber as feridas … deixou espaço para aderir à candidatura Dilma)

* Daqui a 15 anos terei a idade q o Serra tem hoje. Por isso náo posso dizer que não serei candidato a presidente [outra vez].
  
* Montenegro, do Ibope, vende resultado de pesquisa. Ele vende até a mãe. (Essa foi a declaração mais cirista da entrevista)

* Sabe quantas vezes saí na Rede Globo sendo o deputado proporcionalmente + votado do país? Uma vez, no Jornal Nacional. (e para falar mal)
 
* Só quem não chora nesse país é Serra que tem olho de cobra. (Contou várias histórias de FHC/Serra. Históricas mesmo. Enfrentamentos pessoas bem graves)

* Acho que Lula está completamente errado. O Brasil tem uma diversidade de opiniões. Confinar em um bi-partidarismo? Está errado. (Aqui ele reclamou do jornalismo do IG que publicou essa mesma declaração com um termo (maionese) que foi dada em uma conversa informal e não num entrevista. Para onde anda a ética jornalística.)

* Aí Lula vem p/ o poder, bem avaliado, o que faz o PSDB? Uma escalada golpista com a história do mensalão. (Ai ele reconta a participação do Aécio dando mais detalhes sobre outros personagens. Deixou no ar um pito no Eduardo Paes ou Rodrigo Maia?

* FHC se juntou com uma turma inescrupulosa, bandida e suja para governar. E vem Lula e se junta com essa mesma gente? Para governar a gente faz aliança depois, com o povo na jogada. Esse tipo de aliança [de agora] é para não apurar nada. (a velha discussão da governabilidade)

* Apoiará Dilma se não for candidato? “Eu seguirei o meu partido”. 
___________

Amorim pedala em cima do Estadão

Saiu no Estadão, pág. 22, entrevista de Roberto Simon com a pretensão de esmagar o chanceler Celso Amorim. 

(Como se sabe, em Brasilia, São Paulo e Genebra o Estadão construiu uma política externa brasileira própria.) 
Amorim pedalou. 

Sobre o fato de se filiar ao PT: “A maioria dos meus antecessores pertencia a partidos (FHC, por exemplo – PHA).” 
“Meu antecessor, Celso Lafer (o que tirou os sapatos – PHA), foi tesoureiro de campanha do PSDB”. 
“Quando houve greve de fome na Irlanda do Norte ninguém nos pediu para romper com a Grã Bretanha.” 
“Ausência de democracia é empecilho para os Estados Unidos… estabelecer relações com alguém ?” 
“Acho ingênuos os que acreditam em tudo o que o serviço de inteligência americano diz.”  
“O último relatório da AIEA sobre o Irã não traz fato novo. O que tem é o novo tom, pois mudou o diretor geral… não vejo o Irã perto de fazer uma bomba.” 
“… como é tão importante para um certo grupo da elite brasileira (leia-se Estadão – PHA) saber o que os outros (EUA – PHA) pensam…” 
“Eles (EUA) nunca abriram a boca para nos criticar por dar abrigo ao Zelaya (de Honduras). Só a mídia nacional e alguns políticos fizeram isso”. 
“O que você queria que eu fizesse ? Pegasse o Zelaya e botasse na rua?” 
“É espantoso que jornais que foram obrigados a publicar receita de bolo em suas páginas por casa da censura (o Estadão – PHA) de um governo militar achem justificável um golpe de Estado. Isso me espanta.” (*)  
E uma última pergunta em forma de casca de banana, para capturar uma manifestação de vaidade oculta: 
Simon – (quer dizer Estadão) – Recentemente, a revista Foreign Policy (olha aí o Estadão basbaque diante dos americanos – PHA) afirmou que o Sr. é o ‘Henry Kissinger brasileiro’. Como mo senhor vê essa (absurda, está implícito na pergunta – PHA) comparação ? 
- Amorim – Não tenho o brilhantismo do professor Kissinger. E ainda acho que sou um pouco mais idealista que ele.

Paulo Henrique Amorim

Coimbra responde a Data-da-Folha e a Sensus. Dilma ganha todas

 Por Paulo Henrique Amorim

O Conversa Afiada não acredita em pesquisa.
Muito menos no Globope e no Data-da-Folha.
E leva Marcos Coimbra da Vox Populi a sério.
Também leva Ricardo Guedes da Sensus a sério e tratou do ataque nazista de Serra à Sensus.
O amigo navegante há de se lembrar que o Data-da-Folha elegeu Serra com dez pontos de vantagem, logo após o triunfal lançamento de Serra à presidencia (que jamais ocupará).
O Globope, em seguida, ratificou o Data-da-Folh a e coroou Serra com a medalha “o primeiro milho é dos pintos”.

Leia agora, amigo navegante, o que disse Marcos Coimbra  ao Correio Braziliense, segundo reprodução do Blog do Noblat:

Preste atenção: Marcos Coimbra, com a elegancia de um diplomata experiente,  Coimbra explica como o Data-da-Folha e o Globope navegam na maionese da “margem de erro”.
E o que importa: quem está na frente na “resposta espontânea”.
A Dilma não perde uma.

“Ao avaliar as pesquisas, as margens de erro não são coisas para registrar e esquecer, mas para lembrar. Não é o mais provável, mas é perfeitamente possível, que 10 pontos de diferença entre Serra e Dilma (consideradas as margens) sejam 5 pontos, o mesmo que diz uma pesquisa cujo resultado é uma diferença de um ponto entre os dois. Politicamente, 10 pontos ou um fazem uma enorme diferença, mas podem n ão ser nada (ou quase nada) em termos estatísticos.
Quem analisar com mais cuidado as pesquisas de agora vai perceber que são unânimes na caracterização das intenções espontâneas de voto. Na mais recente do Ibope, Dilma tem 15% e Serra 14%. Na Vox, Dilma 15%, Serra 12%. No Datafolha, Dilma 13%, Serra 12%. Na Sensus, Dilma 16%, Serra 14%. Em qualquer lugar do mundo, quem olhasse esses números diria que os institutos brasileiros estão inteiramente de acordo sobre o que pensam os eleitores mais definidos, os que tendem a ser mais politizados e interessados nas eleições.” 
_____________

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Ataque de Serra à Sensus foi uma operação nazista

“O Serra numa campanha é garantia de baixaria.” “Se for preciso, o Serra passa com um trator por cima da cabeça da mãe.”

As duas frases são de Ciro Gomes.
Antes de qualquer notificação do TSE, os beleguins de Serra chegaram à Sensus para abrir os computadores.
A pesquisa da Sensus – ao contrário do Data-da-Folha e do Globope – mostra que a boca do jacaré fechou: a Dilma encostou no Serra.
E olha que o recall do Serra deriva de estar há 20 anos na ribalta.
Os beleguins do Serra chegaram às 8h30m da manhã à Sensus
Uma hora e 42 minutos depois de o TSE expedir, em Brasília, a notificação, eles queriam entrar de novo na Sensus.
O presidente da Sensus, Ricardo Guedes, estabeleceu que os dados só começariam a ser examinados às 16h, para que todos os partidos pudessem ter acesso a eles – e a imprensa, também.
A Lei Eleitoral autoriza qualquer partido a entrar nos dados de qualquer pesquisa.
E isso acontece corriqueiramente.
Agora, com a boca do jacaré a se fechar, o Serra e seus beleguins, com a ajuda do PiG, transformaram o pedido do PSDB num fato político–policial.
Às 16 horas, a Sensus começou a abrir os livros para representantes de seis jornais de Belo Horizonte e representantes de partidos.
Os beleguins do Serra ficaram lá dentro DOZE HORAS! DOZE HORAS!
Exigiram da Sensus redigitar o banco de dados. Redigitar TUDO !
E descobriram, pasmos, que o que estava redigitado correspondia ao que foi divulgado: ou seja, a boca do jacaré se fechou.
Serra não entende nada de Brasil. Ele, sem o PiG, não passaria de Resende.
Ele pensa que assusta mineiro.
Como tentou criar um fato consumado para que Aécio fosse seu vice.
A violência de tipo nazista que desfechou contra a Sensus e a Vox Populi já lhe custou caro.
A Sensus e a Vox Populi são instituições mineiras respeitáveis, dirigidas por mineiros de tradição.
A Sensus e a Vox não estão soltas no ar.
Elas estão plantadas em Minas.
Com articulações políticas e empresariais sólidas.
Não são duas empresocas que os beleguins do Serra chegam lá e chamam “às falas”.
No fim das contas, o Serra deu com os burros n’água.
Denunciou a Sensus com dados errados – pensou que a Sensus aplicara ao Brasil dados de Santa Catarina.
Já se percebe o jogo dele: ganhar a eleição no Globope e no Data-da-Folha.
E, como a urna eletrônica não tem ainda o papelzinho do Brizola, se o resultado for apertado – e não será, porque a Dilma ganhará com filha no primeiro turno – uma “reprogramação” do software – nunca se sabe de onde isso pode partir – muda o resultado da eleição.
Antes de tudo, é preciso destruir a Sensus e a Vox Populi.
E ganhar no Data-da-Folha e no Globope.

Veja isso aí :  
De Monica Bérgamo:

O “Diário do Comércio”, ligado à Associação Comercial de São Paulo, divulgou dados de fevereiro, e não de abril, nos resultados da pesquisa espontânea de intenção de voto para presidente da República, encomendada ao Ibope.
Os números antigos são favoráveis a José Serra (PSDB-SP). Em fevereiro, ele tinha 10% na sondagem espontânea, contra 9% de Dilma Rousseff (PT-RS). Em abril, a petista ultrapassou o tucano, com 15% contra 14%. “Não tem nenhuma má intenção. Se houve um erro nosso, a gente corrige”, diz Moisés Rabinovici, diretor do jornal.
A Associação Comercial, que controla o jornal, tem como vice-presidentes o prefeito Gilberto Kassab (DEM-SP), Guilherme Afif Domingos (DEM-SP) e Jorge Bornhausen (DEM-SC). Os três apoiam Serra à Presidência.”

Em tempo: o Conversa Afiada encaminhará este post ao presidente do TSE.
Em tempo2: E a Dilma, vai ficar quieta ? Se depender do PT …

Paulo Henrique Amorim 
________________

APRENDA COM ELE

JÁ VAI TARDE!!

Por Leandro Fortes, do Brasília, eu vi. 

No fim das contas, a função primordial do ministro Gilmar Mendes à frente do Supremo Tribunal Federal foi a de produzir noticiário e manchetes para a falange conservadora que tomou conta de grande parte dos veículos de comunicação do Brasil.
De forma premeditada e com muita astúcia, Mendes conseguiu fazer com que a velha mídia nacional gravitasse em torno dele, apenas com a promessa de intervir, como de fato interveio, nas ações de governo que ameaçavam a rotina, o conforto e as atividades empresariais da nossa elite colonial.
Nesse aspecto, os dois habeas corpus concedidos ao banqueiro Daniel Dantas, flagrado no mesmo crime que manteve o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda no cárcere por 60 dias, foram nada mais que um cartão de visitas.
Mais relevante do que tudo foi a capacidade de Gilmar Mendes fixar na pauta e nos editoriais da velha mídia a tese quase infantil da existência de um Estado policialesco levado a cabo pela Polícia Federal e, com isso, justificar, dali para frente, a mais temerária das gestões da Suprema Corte do País desde sua criação, há mais cem anos.
Leia mais »
________________

Saída de Ciro beneficia Serra. A vitória do Inter sobre o Barça também

Os pesquiseiros do PiG asseguram que a saída de Ciro elegerá o Serra. Isso tem tanto de ciência quanto dizer que a vitória do Inter sobre o Barça beneficiou o Serra.
Tudo beneficia o Serra.
O Ciro foi Ministro de Lula.
O Ciro começou a transposição do rio São Francisco.
O Ciro apoiou o Lula no segundo turno de 2006.
O Ciro diz que o Serra é filhote do FHC.
Que quem fica perto de FHC perde qualquer eleição.
Que o Serra não tem escrúpulos – que, se for preciso, passa com um trator por cima da mãe.
Ciro diz que Serra numa eleição é garantia de baixaria.
E a saída dele beneficia o Serra.
A ascensão de Nick Clegg na eleição inglesa beneficia o Serra.
O emagrecimento do Faustão também.

Paulo Henrique Amorim
____________

CHARGE

As tabelas que não se vê na TV


Do André Químico, via Buzz

De Gunter Zibell, no blog do Nassif

Sorria, você está na Veja!

A revista Veja anuncia que a capa publicada sábado, com a foto meiga de José Serra, se tornou um viral na internet. 
Está aqui.
Curiosamente, o único link disponível no site é para a entrevista de Serra à revista.
E os editores fizeram uma seleção “criteriosa”, à la Veja, das imagens.
Curiosamente, não há link para a página onde estão fotos como esta:

Ou seja, sorria, você está fazendo propaganda para a revista Veja.
Ou para a candidatura de José Serra.
Ou para os dois, que a gente às vezes tem dificuldade de discernir entre um e outro.
Como a página devidamente editada pela Veja, apenas com os sorrisos, pode ser compartilhada pelas mídias sociais, inclusive o Twitter, não estranhe se você encontrar sua foto por aí, promovendo a dupla.
Como escreveu a Veja, você faz “divulgação espontânea” de um tema ou produto. Sem ironia.

O arquivo do blog, com todas as fotos, está aqui.

Se for preciso, estatal constrói Belo Monte diz Lula

Lula jogou o PIG no caldeirão

Deu no G1:
Lula diz que, se for preciso, estatal constrói Belo Monte sozinha

‘No leilão entrou quem quis e sai quem quer’, disse presidente.
Lula disse que ‘única certeza’ é de que Estado brasileiro vai fazer usina.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quinta-feira (22) que a eventual saída de empresas privadas do consórcio que arrematou o leilão de Belo Monte não vai impedir a construção da usina. 
Segundo ele, a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), subsidiária da Eletrobrás, que tem 49,98% da participação no consórcio, vai construir a hidrelétrica sozinha se for preciso.
“No leilão entrou quem quis e sai quem quer depois. Não tem nenhum cadeado fechando a porta. Tem várias portas. A única coisa que eu digo é o seguinte: nós, enquanto Estado brasileiro, enquanto empresa pública, faremos sozinho o que for necessário fazer”, disse, após almoço no Itamaraty em recepção ao presidente do Líbano, Michel Sleiman.
Clique aqui para para ler a matéria completa
______________

quinta-feira, 22 de abril de 2010

DILMA COM DATENA

Globo, Veja e Folha: o partido político da mídia vai à guerra

Por Renato Rovai

Quando aponta-se que há um partido político da mídia que organiza a oposição ao governo Lula, alguns colegas jornalistas ficam indignados por não se acharem partícipes de qualquer movimento. Julgam-se independentes e acusam aqueles que criticam os veículos como governistas e chapas-brancas.

A ação deste fim de semana que envolveu a Veja (com a capa do Serra de mãozinha no queixo), o jingle da Globo fazendo campanha pelo “Brasil pode mais” em nome dos seus 45 anos (sendo que o número 45 da Globo é igualzinho ao 45 do PSDB) e a pesquisa Datafolha que apresenta números contraditórios com a tendência de outros institutos, é mais uma demonstração de como a mídia comercial é o verdadeiro partido político da oposição demo-tucana.
 

Sem esses veículos de comunicação, Serra e sua turma teriam chance zero nas próximas eleições. Eles sabem que para que o candidato tucano tenha alguma possibilidade de vitória terão de jogar todas as fichas nele. Parecem estar dispostos a isso.

A ação da Globo, Veja e Folha não se deu ao mesmo tempo por coincidência. É algo articulado e para testar força. Quase como um ensaio de golpe. Algo muito comum quando os militares buscavam articular a derrubada de um governo democrático na América Latina.

Hoje, pesquisas devem estar sendo produzidas para consumo interno com a intenção de verificar se a ação resultou em alguma melhoria para os índices do tucano. A depender dos resultados, a ação se repetirá talvez em maior escala ou seus rumos podem ser alterados.

Por enquanto eles tentaram vender a simpatia de Serra e boas notícias para ele. Os próximos golpes podem (e pelo que indicam serão) ataques ao PT e reportagens acusatórias em relação à candidatura de Dilma.

Não foi à toa que Veja, Globo e Folha agiram conjuntamente. As teses do Instituto Milenium hoje são públicas. Não é preciso ser bidu para saber o que eles pensam da democracia. E para desenhar o que devem fazer no percurso da campanha eleitoral.

Preparem-se para uma campanha nojenta. Porque com jingles bonitinhos com artistas falando mais e mais e com capas de revistas em que Serra aparece de mãozinha no queixo não vai dar para melhorar a vida dele. Ou seja, vai ter guerra.

____________

Belo Monte vai sair. Queira o PiG ou não

Ele também acha que Belo Monte vai fracassar

Saiu no Valor, primeira página  “União ‘blindou’ preço da construção de Belo Monte”.

Isso de “blindar” deve ser pejorativo.
Você, amigo navegante, poderia dizer, ao contrário:
“Lula mantém o controle e garante que a terceira hidrelétrica do mundo seja construída e o Brasil continue ‘aquecido” – clique aqui para ler – “PiG prefere a temperatura ártica do Governo de que Serra foi o Grande Planejador”.
Segundo o Valor:
Lula admite trazer a Odebrecht e Camargo de volta, DENTRO dos valores que ele, Lula, fixou.
Ou seja, na tarifa que ajude o Brasil e, não, os empreiteiros e seus –porta-vozes no PiG.
A Queiroz Galvão tentou aumentar a tarifa e, por isso, ameaçou abandonar o consórcio.
A CHESF vai chamar a Eletronorte para dentro de sua fatia no consórcio e fortalecê-lo.
Fundos de pensão – Previ, Petros e Funcef e seus fundos de infra-estrutura vão entrar no bloco vencedor e reforçá-lo.
A Gerdau e uma estatal russa também devem entrar.
Só quem acha que Belo Monte é um mau negócio é o PiG.
Clique aqui para ler.

Paulo Henrique Amorim

Em tempo: agora, a Miriam Leitão trata das eleições inglesas. Que falta eu sinto do urubulogismo sobre o fracasso da economia, sob Lula. Ela também prefere as temperaturas árticas do tempo em que o Serra era o Grande Planejador.
________________

PESQUISAS, DEPOIS DO DATA-IMBROLHA EIS O GLOBOPE

Por Paulo Henrique Amorim
Conversei com amigo navegante sobre a violência da Folha (*) e da Globo contra a Sensus.
Ele disse: o PiG (*) não agüenta mais oito anos sem meter a mão na grana do poder.
Sem o Serra, o PiG (e a promoção de filmes pornô – clique aqui para ver como a Veja faz outdoor com a capa do Serra.) morrre. 
O meu amigo se lembrou do que disse o professor Wanderley Guilherme dos Santos, na Carta Capital, logo no começo do Governo Lula: vamos ver se as instituições da democracia brasileira aguentam a violência que se desfechará contra quem Lula escolher para sucessor.
Agora, a tática, de curto prazo, é intimidar a Sensus e a Vox Populi.
Calar o Ricardo Guedes e o Marcos Coimbra.
E jogar o PiG (*) e a Justiça contra eles.
Como disse o Ciro: o Serra numa campanha é garantia de baixaria.

Em tempo: a Dilma outro dia disse que ninguém a veria jogar o jogo sujo (do Serra).
Paulo Henrique Amorim

Clique aqui para ler “Serra vai à Justiça contra a Sensus”.

(*) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.
______________

terça-feira, 20 de abril de 2010

RELAXE E GOZE

PATETICO

O You Tube entrevistou o presidente do STF, Gilmar Mendes, que nesta sexta-feira entrega o cargo para o Ministro Cezar Peluzo.
O interessante foiram as perguntas dos internautas que apertaram Mendes, especialmente na sua decisão de dar dois HC para o banqueiro Daniel Dantas. 
A melhor pergunta foi sobre a tentativa de pagamento de propina de US$ 1 milhão ao Delegado da Polícia Federal, que foi devidamente filmado e apresentado em rede nacional. Se isso não é atrapalhar a investigação, não sei mais o que é.
Como são coisas que não têm resposta, Mendes ficou enrolando e atacando Fausto De Sanctis e Protógenes Queiroz para tentar se livrar da pergunta. Para Mendes, Daniel Dantas é quase uma vítima. A explicação ficou patética.
Leia texto completo


Consórcio azarão liderado por Chesf e Queiroz Galvão arremata Belo Monte

Deu na agência Reuters

Chesf e Queiroz Galvão vencem leilão de Belo Monte
O leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte foi vencido pelo consórcio liderado por Chesf e Queiroz Galvão, afirmou nesta terça-feira uma fonte próxima do leilão. 
O deságio oferecido pelo grupo em relação à tarifa-teto foi de 6 por cento.
A tarifa-teto do leilão era de 83 reais por megawatt/hora e o consórcio da Queiroz Galvão ofereceu 78,03 reais, informou a fonte.
O leilão, previsto inicialmente para as 12h, ocorreu por volta das 13h20 e acabou minutos depois.
Clique aqui para ler a matéria completa
_______________

CHARGE

TUCANOS ENGOLEM O SAPO E RECONHECEM QUE NÃO HOUVE FRAUDE NA PESQUISA SENSUS

A edição de CartaCapital que está nas bancas, publica matéria em que avalia a guerra entre os institutos de pesquisa que acompanham a disputa cada vez mais polarizada entre os candidatos do PSDB e do PT às eleições presidenciais.
 
Nesta segunda-feira 19, o site do jornalista Luis Nassif publica uma carta de Ricardo Guedes, do Instituto Sensus, na qual divulga um parecer do representante do PSDB reconhecendo que não houve fraude na pesquisa divulgada por aquele instituto na semana passada.

Como se recorda, tanto os tucanos como o Instituto Datafolha levantaram suspeitas a respeito do método utilizado pela Sensus, em pesquisa que apontava a existência de um “empate técnico” no primeiro lugar entre os candidatos José Serra e Dilma Rousseff.

O Sensus foi obrigado a acatar uma representação movida pelos tucanos que possibilitou a visita de seu representante ao instituto e o acesso aos dados da pesquisa. Veja abaixo a carta recebida por Nassif e os links com o parecer do emissário tucano:

Prezado Luis Nassif

Seguem (a) a declaração à Folha de São Paulo e (b) o parecer após a conclusão dos trabalhos na Sensus do Representante do PSDB, Fabrizio Martins Tavoni, atestando não haver fraude ou irregularidades na Pesquisa realizada e divulgada pela Sensus, após 11 horas e 30 minutos de conferências dentro deste Instituto.

Favor observar que, na declaração à Folha, é citado:

“À Folha, o cientista político Fabrizio Tavoni, contratado pelo PSDB, disse que não havia indícios de fraude.”

No parecer do Representante do PSDB, é citado que:

“os dados digitados foram iguais aos divulgados. …Dando por finalizado esse trabalho.” Aqui na Carta Capital

Então a fraude está no Data-Serra, certo?
______________

Lula comemora Dia do Índio em reserva em Roraima

O presidente Lula e caciques indígenas celebraram a homologação das terras da reserva Raposa Serra do Sol, em Roraima, no Dia do Índio.
Antes de discursar, Lula se reuniu com as lideranças indígenas do Brasil, e recebeu os agradecimentos pela demarcação contínua das terras da reserva, mas também uma série de reivindicações.
A felicidade dos índios não escondeu a sua sinceridade, afirmou o presidente. Eles sabem que além de terra precisam de escola, saúde, água potável, saneamento, energia elétrica. “Com uma mão eles me entregaram um documento agradecendo e com a outra entregaram outros 20 documentos reivindicando”, afirmou Lula em seu discurso, sendo bastante aplaudido.
Leia mais aqui.
________________

Governo terá que derrubar liminar antes de anunciar vencedor de Belo Monte

A AGU (Advocacia Geral da União) informou que o resultado do leilão da hidrelétrica de Belo Monte só será divulgado depois que uma nova liminar concedida contra a construção da obra seja cassada.
De acordo com a AGU, a liminar não prejudicou a realização do leilão, porque foi concedida quando ele já estava em andamento.
O leilão começou às 13h20 e durou menos de 10 minutos. O consórcio vencedor se comprometeu a vender a energia por um preço ao menos 5% menor do que o concorrente.
Liminar
Pela terceira vez, a liminar foi concedida pela Justiça Federal em Altamira (PA), que voltou a aceitar os argumentos contra o leilão da usina hidrelétrica de Belo Monte, que deve ser construída no rio Xingu, no Pará.
Durante a manhã, o Tribunal Regional Federal havia derrubado a segunda liminar, concedida ontem.
Todas as decisões são do juiz Antonio Carlos Almeida Campelo. As duas primeiras eram pedidos do Ministério Público Federal. A de agora foi protocolada pelas ONG Amigos da Terra e Kanindé.
____________

Termina leilão de Belo Monte; diferença de preço fica em 5%

Durou poucos minutos o leilão da usina de Belo Monte. A proposta vencedora apostou em um preço da energia apenas 5% abaixo da concorrente. O resultado ainda não foi divulgado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).
Segundo a agência reguladora, dois consórcios fizeram o aporte de R$ 190 milhões (1% do investimento total). São eles:

1º Consórcio Norte Energia (nove empresas):
Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (CHESF), com 49,98%
Construtora Queiroz Galvão S/A, com 10,02%
Galvão Engenharia S/A, com 3,75%
Mendes Junior Trading Engenharia S/A, com 3,75%
Serveng-Civilsan S/A, com 3,75%
J Malucelli Construtora de Obras S/A, com 9,98%
Contern Construções e Comércio Ltda, com 3,75%
Cetenco Engenharia S/A, com 5%
Gaia Energia e Participações, com 10,02%

2º Consórcio Belo Monte Energia (seis empresas):
Andrade Gutierrez Participações S/A, com 12,75%
Vale S/A, com 12,75%
Neoenergia S/A, com 12,75%
Companhia Brasileira de Alumínio, com 12,75%
Furnas Centrais Elétricas S/A, com 24,5%
Eletrosul Centrais Elétricas S/A, com 24,5%

A usina de Belo Monte terá capacidade instalada de 11.233,1 MW (megawatts). O início da geração está previsto para fevereiro de 2015. Será vencedor o consórcio que oferecer a menor tarifa. Com investimentos previstos de R$ 19 bilhões, o preço-teto por megawatt-hora era de R$ 83.

O leilão ocorreu logo após o TRF 1ª Região (Tribunal Regional Federal) derrubar a liminar determinada pela Justiça Federal em Altamira (PA) contra o leilão da usina hidrelétrica.
______

A REVISTA VEJA SÓ COPÍA


Ele(s) não tem uma única ideia original. O que pensa esse (Serra) rapaz ?
___

A Globo mentiu (de novo). Ela sabia do slogan do Serra quando gravou o clip para o Serra

Vocês ainda não viram nada: a Globo vai querer ganhar a eleição na marra.

A Rede Globo mentiu.
Em nota enviada ao Portal Terra, a Central Globo de Comunicação informa que “o texto do filme em comemoração aos 45 anos da Rede Globo foi criado – comprovadamente – em novembro do ano passado, quando não existiam nem candidaturas muito menos slogans.” Por esse motivo, diz a emissora, decidiu tirá-lo do ar para que ela não seja “acusada de ser tendenciosa”.
Mas a Rede Globo poderia ter evitado o desastre
Veja porque no Blog da Dilma
___________

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Revista Veja diz que Serra deixou “a casa em ordem”. Só se for a casa da mãe-joana

a Veja dessa semana tira qualquer um do sério. Só o Conversa Afiada para nos salvar. Com essa capa a Veja já elegeu o Serra, pois pressupõe que o “Brasil pós-Lula” é o “Brasil-Serra”.

E o título interno da matéria é COM A CASA EM ORDEM, SERRA VAI À LUTA.

Casa em ordem?
 Veja algumas imagens que mostram a “casa em ordem” do Serra:
Cratera linha 4
Viga Rodoanel

Enchentes em São Paulo
Congestionamento em São Paulo

PIG, A GLOBO NA CAMPANHA DE SERRA


Na foto, uma porção de Reginas Duartes
Eis o vídeo do “Brasil (Globo) pode mais”.
Deve ser uma retribuição ao agasalhamento do terreno que a Globo invadiu por 11 anos e o Serra transformou numa escola técnica para formar profissionais para a Globo.
Uma mão lava a outra.
E cada vez “mais !”.
 


Manipulação de pesquisas: Data-da-Folha pesquisa em SP e elege Serra

Comprovada fraude no Datafolha: plano amostral apresentado ao TSe foi fraudado 

Ao registrar sua pesquisa de março no TSE (protocolo 6617/2010) o Datafolha apresentou informações falsas, que não corresponderam à verdade.
Informou à Justiça Eleitoral:
Plano Amostral:
“… Os dados utilizados para definição e seleção da amostra são baseados no IBGE (censo 2000 e estimativas 2009)…”

Não foi isso que foi feito.
A seleção das amostras não foram baseadas em dados do IBGE.
Houve muito maior peso da região sudeste, e especificamente de São Paulo, na seleção das amostras, muito acima de seu peso real, de acordo com dados do IBGE. Não resta mais qualquer dúvida quanto à falta de legitimidade da pesquisa de março do Datafolha, pois houve fraude entre o plano amostral apresentado e o realizado.
E quanto ao TSE? O que vai fazer com o Datafolha que apresentou uma declaração falsa, ao registrar a pesquisa?
Clique aqui para ler.

Em tempo:
Para entender os números da fraude, compare na figura acima os números dentro da linha vermelha:
Base ponderada = deve ser  a proporção de acordo com dados do IBGE
Total Nos absolutos = amostras selecionadas pelo Datafolha

_____

sexta-feira, 16 de abril de 2010

RELAXE E GOZE

ESTELIONATÁRIO DOS GRANDES, ALIÁS, O MELHOR

Brasil e China estudam eliminar dólar no comércio bilateral



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o mandatário chinês, Hu Jintao, assinaram nesta quinta-feira um Plano de Ação Conjunta (PAC) que contempla estudos para a utilização de moeda local no comércio sino-brasileiro.
“(Os países se propõem a) facilitar o financiamento do comércio e promover o uso de moedas locais no comércio bilateral. Ao implementar o consenso alcançado pelos líderes dos dois países em 19 de maio de 2009, as duas partes darão continuidade à discussão sobre o uso de moedas locais no comércio bilateral”, diz o documento assinado no Palácio do Itamaraty pelos dois governantes.
O mecanismo de comércio em moeda local elimina a conversão do real ou do iuan para o dólar pelo importador, assim como do dólar para a moeda do país de exportação.
A substituição monetária, se consolidada com a China, deverá ajudar a reduzir os custos do comércio, fortalecer as moedas locais e diminuir as pressões sobre o câmbio.
As eventuais diferenças entre as moedas, no entanto, precisariam ser compensadas pelos bancos centrais do Brasil e da China.
O Plano de Ação Conjunta (PAC) firmado pelos dois países não estabelece um prazo para a conclusão dos estudos sobre a eventual implantação da moeda local nas trocas comerciais.
Na última semana o presidente Lula já havia apoiado a assinatura com o governo do Chile de um acordo para permitir trocas comerciais em moedas alternativas ao dólar. A iniciativa já está em vigor desde 2008 nas transações comerciais entre Brasil e Argentina.
http://economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201004151733_RED_78897976
_________

A Fraude do Datafolha

Por Luis Nassif

Os bastidores do caso Datafolha começam a aflorar.
Alguns dias antes do lançamento da candidatura José Serra, correu a informação de que o Instituto Sensus divulgaria sua pesquisa no mesmo dia. Poderia ser o anticlímax para Serra.
Dias antes, o Sensus passou a levar tiros da Folha, tentando desqualificar a pesquisa antes de saber o resultado. Um repórter foi incumbido de ouvir os donos do Instituto. Percebendo o jogo, ele informou que, devido às chuvas no Rio, os resultados sairiam após o dia do lançamento da candidatura Serra.
Em vão. Os tiros prosseguiram e a velha mídia começou a deixar pistas pelo caminho. O Datafolha preparou uma pesquisa de emergência, não programada. O Jornal Nacional anunciou que, dali para frente, só divulgaria resultados do IBOPE e do Datafolha.
Saiu o resultado do Datafolha, chamando a atenção geral, a ponto de ser colocado em dúvida pelos próprios jornalistas da Folha.
Em vez de jogar com margens de erro em todos os estados, para beneficiar a candidatura Serra, o Datafolha jogou toda a variação no sul. E aí escancarou os erros cometidos, abrindo margem para fortes suspeitas de manipulação da pesquisa.
Foi o mais desgastante episódio na vida do instituto – que conquistou credibilidade nos anos 80 ao fazer o contraponto ao IBOPE.
_______________

CHARGE

Ibas e Bric respaldam governo Lula

O governo brasileiro conseguiu reforço para suas principais bandeiras políticas na arena internacional. 
Nas declarações finais dos encontros realizados ontem, em Brasília, entre os membros do Ibas (Índia, Brasil, África do Sul) e do Bric (Brasil, Rússia, Índia e China). O Ibas reiterou o apelo brasileiro para a reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas e para maior participação dos países em desenvolvimento nos órgãos decisórios mundiais.
A cúpula do Ibas também endossou a tese brasileira de que os esforços de não proliferação nuclear devem ser simultâneos aos avanços no desarmamento dos países com armas nucleares.
“Não estamos isolados”, ironizou o assessor internacional da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, após o encontro entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da China, Hu Jintao. 
Ambos discutiram a situação do Irã, ameaçado de sanções pelos Estados Unidos por indicações de que persegue a construção de uma bomba atômica. Os EUA chegaram a divulgar, no início da semana, que a China aceitaria as sanções aos iranianos, o que não foi confirmado pelos chineses, que preferem mais negociação.
O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, afirmou que há “afinidade de opiniões” entre Brasil, Índia e China no que diz respeito ao Irã. O Brasil defende que se inicie uma negociação para assegurar o uso pacífico da energia nuclear no Irã, mas também cobra dos iranianos maior transparência e colaboração com a fiscalização internacional. A declaração final da reunião do Ibas reitera o compromisso dos países com o uso pacífico da energia nuclear e pelo progressivo desarmamento.
O Brasil aproveitou a reunião do Ibas, a primeira do dia, para reforçar a ação da comunidade internacional na crise do Oriente Médio. Logo no início da manhã, os ministros de Relações Exteriores do Brasil, Índia e África do Sul tiveram uma reunião com o ministro de Relações Exteriores da Palestina, Riad Maliki.
O palestino relatou novas agressões do governo israelense contra habitantes da Cisjordânia, ameaçados de deportação caso não consigam permissão de moradia concedida por autoridade militar de Israel. A medida, disse Maliki, é reedição de medidas da década de 60 e prevê a expulsão de palestinos para dar lugar a assentados israelenses. O Ibas, em comunicado, cobrou de Israel o reconhecimento do Estado palestino e a interrupção dos assentamentos.
__________

MST suspeita que Dantas “organizou” invasão à fazenda que grilou no Pará

A Globo é incrível: no lugar certo, na hora certa. 

MST suspeita que Dantas “organizou” invasão à fazenda que grilou no Pará

Em março de 2009, uma equipe da Rede Globo conseguiu um furo de reportagem.
Testemunhou uma feroz invasão de terras griladas por Daniel Dantas, no Pará.
Imediatamente, o jornal nacional e suas ramificações – por exemplo, o G1, – divulgaram as imagens ferocíssimas.
O PiG tratou o assunto como se a Longa Marcha de Mao Tse Tung tivesse acabado de chegar ao Jardim Botânico.
Pouco antes, o Supremo Presidente do Supremo tinha feito declarações bombásticas em defesa da Ordem e do Respeito à Propriedade Rural (sobretudo a Grande).
Clique aqui para ver sua melancólica despedida no Estadão de hoje.
E o PiG tratou a invasão como uma resposta do MST ao Supremo Presidente.
Clique aqui para ver sobre o aumento da violência no campo e o papel de Gilmar Dantas).
Hoje, eu conheci João Paulo, líder do MST.
Ele me contou a seguinte história.
Poucos dias depois de “coordenar” a invasão das terras de Dantas, o “coordenador” deixou o MST  e apareceu com um carro novo.
A “coordenação” da invasão foi toda sua.
Ele não consultou ninguém.
Ele não pediu autorização a nenhuma liderança do MST no Pará.
Havia um grupo de acampados perto da sede da fazenda que Dantas grilou.
Três homens saíram do acampamento para cortar lenha.
O “coordenador” disse aos acampados que os três tinham sido sequestrados pelo dono da fazenda.
E “coordenou” a ida dos acampados à sede fazenda para buscar os companheiros.
Quando chegaram lá, havia uma milícia armada, que atirou neles.
E a equipe da Globo, que filmou aquele “furo” fantástico !
Depois, a Globo admitiu que sua equipe viajou para a fazenda num jatinho do Opportunity.
Alguém persuadiu o “coordenador” – disso o João Paulo tem razão.
O resto é suspeita. 

Paulo Henrique Amorim
______________

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Brasil e China fecham contratos milionários

Na véspera da reunião de cúpula dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), empresas brasileiras e chinesas assinaram ontem contratos no valor total de US$ 432 milhões. Os negócios contemplam investimentos, prestação de serviços, e exportação e importação de produtos.
As empresas chinesas fazem parte da comitiva que vai acompanhar o presidente da China, Hu Jintao, que estava previsto para desembarcar ontem à noite no País. A cerimônia de assinatura dos contratos aconteceu em São Paulo e foi acompanhada pelo vice-ministro de Comércio da China, Jiang Yaoping.
“O relacionamento entre Brasil e China está mudando. Não é mais só comércio. Chegou a hora de os investimentos chineses se concretizarem”, disse Rodrigo Tavares Maciel, sócio da consultoria Strategus. Maciel é ex-diretor-executivo do Conselho Empresarial Brasil-China e organizou o evento a pedido do Ministério do Comércio da China.
________________________

“Um Computador por Aluno”: Tiradentes é a primeira a receber laptop escolar

Começa hoje a distribuição dos laptops educacionais do projeto “Um Computador por Aluno”, liderado pelo Ministério da Educação (MEC). A cidade mineira de Tiradentes é a primeira a receber os equipamentos. Ao todo, seis escolas municipais e uma estadual de Tiradentes vão receber 1.172 equipamentos. A cidade é uma das cinco escolhidas pelo MEC que terão 100% das suas escolas públicas atendidas pelo programa.
Até o fim do ano, o MEC pretende entregar 150 mil computadores portáteis para alunos de 300 escolas da rede pública de ensino. A primeira fase do projeto prevê a distribuição de 33,7 mil máquinas até 13 de maio. Os equipamentos serão levados a alunos de 85 escolas de dez Estados. Os 110 mil computadores restantes serão entregues em duas etapas. O cronograma prevê a distribuição de 55 mil portáteis até o fim de junho e outro lote de 55 mil até agosto.
Fabricado pela CCE, o laptop escolar tem 4 GBytes de espaço para armazenamento, 512 megabytes de memória, tela de cristal líquido de sete polegadas, acesso à internet sem fio e bateria com autonomia mínima de três horas. O custo de cada equipamento foi de R$ 550,00. No total, o governo investiu R$ 82 milhões no projeto.
____________

CHARGE

DILMA PEITA A FOLHA

Saiu na pág. 3 da Folha (*) da província de S.P.:

“A ex-ministra Dilma Rousseff nunca disse a frase “eu não fugi da luta e não deixei o Brasil”, publicada em parte dos exemplares da edição de domingo no texto “Dilma ataca rival e diz que não “fugiu” da luta na ditadura” (Brasil). A correção é necessária porque a informação errada deu margem a uma interpretação maliciosa do discurso da ex-ministra. Dilma Rousseff não se referiu em nenhum momento a pessoas que tiveram de deixar o país em qualquer circunstância. Segue a transcrição exata do trecho do discurso que foi deturpado: “Eu não fujo da situação quando ela fica difícil. Eu não tenho medo da luta. Eu posso apanhar, sofrer, ser maltratada, como já fui, mas eu estou sempre firme com as minhas convicções. Em cada época da minha vida, eu fiz o que fiz porque acreditei no que fazia. Fiz com o coração, com a minha alma e a minha paixão. Eu só mudei quando o Brasil mudou, mas eu nunca fugi da luta ou me submeti. E, sobretudo, nunca abandonei o barco”.
É lamentável que a partir de um erro da própria Folha o jornal tenha dado curso, nas edições seguintes, a uma tentativa de manipulação política e eleitoral por parte dos adversários da ex-ministra.
O discurso da ex-ministra está em www.youtube.com/watch?v=KpkBQ4GHPjI&feature=player-embedded”
OSWALDO BUARIM JÚNIOR , assessor de imprensa de Dilma Rousseff

(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que avacalha o Presidente Lula por causa de um comercial de TV; que publica artigo sórdido de ex-militante do PT; e que é o que é, porque o dono é o que é ; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.
 _______________

Pesquisa só do Data-da-Folha e do Globope

Saiu na agência Estado:

PSDB entra com representação contra o Sensus
Tucanos alegam que o instituto descumpriu o prazo estipulado por lei para divulgação do resultado da pesquisa

O PSDB entrou nesta quarta-feira, 14, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com uma representação contra o Instituto Sensus que divulgou na última terça-feira, 13, pesquisa de intenção de votos para presidente da República. O partido alega que o instituto descumpriu o prazo estipulado por lei para divulgação do resultado da pesquisa.
Sensus aponta empate entre Dilma e Serra
A legislação determina que o resultado seja divulgado 5 dias depois da inscrição da pesquisa no TSE. O Sensus inscreveu o levantamento no dia 5, mas alterou dados no dia 9. Portanto, na avaliação do PSDB, a pesquisa só poderia ser divulgada nesta quarta-feira.


Clique aqui para ver que o site do PT caiu e o PT desconfia do Serra e aqui para ver que a Dilma chamou o Serra para a briga e o Serra não vai (porque ele gosta mesmo é do tapetão).
____________

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Brasil e China não querem sanções contra o Irã. Obama e o PiG estão isolados

O PiG se prepara para invadir o Irã, antes que a partida comece

A manchete da Folha da província de S.P. e do Estadão (da mesma província) não entenderam bem o que aconteceu na Conferência de Washington.
Lula e o líder da Turquia conversaram com Obama e  ponderaram que o diálogo é a melhor solução.
Essa história de sanção econômica – o PiG (*) não alcança a complexidade do problema – não funciona.
Se funcionasse, Cuba seria governada pelo Jabor há cinquenta anos.
As sanções contra o Iraque também funcionaram – tanto assim que os presidentes Bush I e II não precisaram invadir o Iraque.
O PiG foi acometido de duas manifestações de febre terçã.
Primeira, o PiG não tolera a qualidade da diplomacia brasileira, no Governo Lula.
O Brasil negociava de quatro e hoje negocia de pé.
Segunda, o PiG se deixou acometer pela irrelevância de seu candidato (derrotado, desde já, no primeiro turno) à Presidência da República.
Não há como defender o Serra e suas ideias , porque ele não tem nenhuma.
O jeito é tentar desmoralizar o Lula e o Itamaraty.
Batalha inútil.
Clique aqui para ir ao Blog do Planalto e assistir à irretocável entrevista do Ministro Celso Amorim.

Paulo Henrique Amorim

Em tempo: leia aqui trecho da nota do Itamaraty sobre o assunto : 

Questões relacionadas a segurança nuclear não podem servir de pretexto para se dificultar o acesso à tecnologia para fins pacíficos, e a preocupação com a segurança é de toda comunidade internacional, mas a responsabilidade última é de cada Estado. Essa é a posição defendida pela delegação brasileira na Cúpula de Segurança Nuclear que está sendo realizada em Washington (EUA), segundo nota divulgada nesta terça-feira (13/4) pelo Ministério das Relações Exteriores (MRE). 
Segundo a nota, o Brasil apoia a atuação da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) como “única instituição multilateral de escopo universal com competência e experiência no assunto” e defende a cooperação internacional para se atingir os objetivos da segurança nuclear. Afirma ainda que o tratamento adequado às questões de segurança nuclear depende de uma “necessária reforma” de instâncias como o Conselho de Segurança da ONU: 
Não podemos falar em segurança nuclear sem pensar em que tipo de governança global administra a segurança internacional no mundo de hoje. Nas áreas comercial, financeira e de mudança do clima vemos progressos, com o estabelecimento de arranjos mais representativos para lidar com os desafios do mundo atual. Mas na área de segurança internacional isso ainda não vem ocorrendo. Persistem as estruturas e as regras de 1945. 
A ONU vem perdendo credibilidade. Ao não contar com um Conselho de Segurança mais representativo e com maior legitimidade – e cada vez mais descompassado com a realidade atual -, as Nações Unidas perdem espaço na governança da segurança internacional. Isso não interessa a ninguém. 
O compromisso do Brasil com a segurança nuclear e com o combate ao terrorismo nuclear é inabalável. Reiteramos nosso apoio ao cumprimento do Comunicado Conjunto e do Plano de Ação a serem adotados nesta Cúpula. O Brasil está pronto a cooperar ativamente para um mundo mais seguro, em que – paralelamente à eliminação de todos os arsenais nucleares – os materiais físseis e as instalações nucleares estejam protegidos.
Em tempo 2: O Conversa Afiada é a favor da bomba. Gostaria que o Brasil tivesse umas 50, como Israel.
___

Está explicado porque FHC sumiu da foto


Conforme notou o professor Hariovaldo, a foto originalmente era essa, tirada durante o lançamento da pré-candidatura de José Serra.
Porém, o Estadão editou a foto, que saiu assim:

Uma explicação está nos dados da pesquisa Sensus feita antes do evento: dos entrevistados, quase 50% disseram que não votarão no candidato de Fernando Henrique Cardoso.
Confira aqui.
_____________________

Kátia e produtora do Jornal Nacional tentam criminalizar o MST. De novo

Jornal Nacional e Kátia Abreu são reincidentes 
Caros amigos,

Recorremos nesse momento a vocês, porque vocês sabem como acontecem as coisas na Globo. 
Vejam como usar nas páginas de vocês da melhor forma possível. 
Em torno das 18h30, ligou uma produtora da TV Globo para o nosso escritório de Brasília, dizendo que a Kátia Abreu, da CNA, tinha entregado ao Ministério da Justiça um DVD com vídeos e fotos de suposta tortura praticada por militantes do MST. 
De cara, a nossa assessora em Brasília pediu as tais imagens. Como comentar imagens sem vê-las? De início, eles se negaram. 
Eu liguei para a tal produtora e pedi para que me explicasse se era isso mesmo: o Jornal Nacional ia colocar no ar um vídeo de supostas imagens contra o MST que não tinham nenhuma credibilidade se não uma entidade de classe, a CNA? Tem algum sentido o MST dizer que é o vídeo é falso, depois de 10 segundos das imagens de tortura? 
Depois de insistir, resolveram nos mandar o vídeo. 
Logo depois, ligou uma repórter – a produtora que estava em contato saiu de circulação. A repórter queria uma posição do MST. Respondemos que a posição do MST era a seguinte: passar imagens sem ter a confirmação da autenticidade era uma irresponsabilidade? 
Aí a repórter disse que não iam mais passar as imagens. Que de fato não tinham a confirmação da autenticidade. Depois de um pouco de conversa, ela disse o seguinte: que eu poderia ficar tranqüilo, que as imagens estavam com baixa qualidade (ou seja, foi falta de comprovação de autenticidade ou qualidade?). 
Vamos ao vídeo. Vejam em http://www.cna.org.br/email/CNA/MST.zip 
Na primeira parte, as denúncias são contra o MLST (podem reparar que dizem MLST). Logo depois, um homem dá um depoimento em frente a uma bandeira que não é do MST (podem reparar com atenção). 
Depois, proprietários dão depoimentos sobre destruição. Sem nenhuma prova de que é o MST. Sem nenhum elemento. Apenas a palavra do depoente. 
Em seguida, atacam o Incra. Aparece apenas a palavra do proprietário. Não há provas. 
Depois, imagem de um caminhão carregando toras de madeira. E nada que prove que é o MST. 
Em seguida, a fala do Joao Pedro sobre os inimigos do MST – e qual o problema? 
Na parte posterior, pichações. E só. 
Aí está toda a história. Denunciem no blog de vocês e, como o Paulo Henrique nos ensinou, com dinamismo 
Espero que vocês nos ajudem na luta contra o Jornal Nacional da Globo e pela Reforma Agrária. 
Saudações,  
Igor Felippe Santos 
Assessoria de Comunicação do MST - Secretaria Nacional – SP

Em tempo: Ah, e para completar, para não deixar dúvidas: o MST defende e respeita os direitos humanos, não tem entre seus procedimentos tortura e qualquer prática contra a pessoa humana e, nesses 25 anos, quem foram torturados e morreram nesse país foram os trabalhadores rurais sem terra (mais de 1500 de 1984 pra cá). 

jornal nacional não fala de pesquisa em que Dilma empata. O PiG está em pânico !

A pesquisa Sensus divulgada hoje mostra o que todo mundo, menos do Data-da-Folha, já sabia: a Dilma chegou lá.

Clique aqui para ler “A Dilma chegou lá; que está comprovado: o Serra dispara e fica no mesmo lugar”. 

O jornal nacional não falou da Sensus.

Até agora, o jornal nacional sempre divulgou as pesquisas em que o Serra estava na frente.

A omissão de hoje demonstra que os “jornalistas” da Globo são muito disciplinados.

O jornal nacional não quer prejudicar a operação em que o Serra agasalhou um trampo da Globo: transformou em escola técnica uma área que a Globo invadiu por 11 anos.

A(o) Globo perdeu a compostura.

Paulo Henrique Amorim

Em tempo: amigo navegante, quanto tempo o Zé Inacabado passou hoje no telefone para impedir a divulgação da pesquisa da Sensus ? Não fez outra coisa.


Clique aqui para ler por que a Dilma vai ganhar a eleição no primeiro turno.

E aqui para ver que a Dilma chamou o Serra para a briga, mas ele não vai.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Preconceituosa e burra. Tinha que ser da Globo

A passagem da Susana Vieira em Pernambuco, contratada pela produção da Paixão de Cristo, não foi tão gloriosa – como a princípio se imaginava e nem tampouco simpática – como muita gente já esperava.
Destacou-se, dizem, “pelo preconceito e grosseria no trato com as coisas da terra”.Quem quiser ouvir trechos de uma coletiva que ela deu por lá, por favor, clique aqui:
Comportamento bem diferente, também se informa, de Eriberto Leão, Mauro Mendonça, Paulo César Grande e Dig Dutra.
__________

TE MANCA REBELO!!

O Greenpeace lançou uma campanha nacional para detonar o Deputado Aldo Rebelo, do PC do B, ex-ministro e ex-presidente da Câmara dos Deputados.
A campanha é denominada “Aldo Rebelo, deixe as florestas em paz”. O deputado é chamado de “o inimigo das florestas”, por este estar liderando a demanda da bancada ruralista para mudança no Código Florestal, que tem como objetivo permitir mais áreas de agricultura e pecuária na Floresta Amazónica.
O deputado desta vez mexeu com fogo, porque o grupo ambientalista está disposto a destruir sua carreira política. Aldo não apenas estava defendendo o projeto, mas como relator do Projeto que propõe a mudança na legislação, resolveu se aliar aos interesses dos latifundiários.
Agora aguente.
Claro que o Código Florestal está passível de discussão, mas para um Congresso que acabou de dizer não à urgência do Projeto Ficha Limpa, essa pressa na mudança que favorece os ruralistas está cheirando muito mal.
Dia desses Aldo Rebelo foi autor da seguinte pérola, para justificar a emergência na votação que muda o Código Florestal: “Os ambientalistas têm todo tempo do mundo, os produtores rurais não têm. Os produtores têm uma safra todo ano para colher, portanto, eles não podem esperar.”
Errado deputado, a destruição do meio-ambiente pode sim esperar.
_______________